Siga o Portal do Holanda

Tecnologia

Pediatras e professores pressionam Facebook para encerrar aplicativo para crianças

Publicado

em

Foto: Reprodução

NOVA YORK — Como resposta às críticas sobre a segurança e privacidade de crianças nas redes sociais, o Facebook lançou em dezembro do ano passado um aplicativo de mensagens específico para este público. As conversas são permitidas apenas com contatos selecionados pelos pais e não há exibição de anúncios, mas para pediatras, educadores e especialistas, isso não é suficiente: “as crianças simplesmente não estão prontas para terem contas em redes sociais”.

Em carta aberta liderada pela ONG Campaign for Commercial-Free Childhood, mais de cem especialistas pedem a Mark Zuckerberg, diretor-executivo e cofundador do Facebook, o fim do aplicativo Messenger Kids. Segundo o documento, “é particularmente irresponsável encorajar crianças em idade pré-escolar a começarem a utilizar um produto do Facebook”.

“Elas não têm idade suficiente para navegar as complexidades das relações on-line, que muitas vezes levam a desentendimentos e conflitos até mesmo entre usuários adultos”, apontam os especialistas. “Elas também não têm a compreensão de privacidade, incluindo o que é apropriado para compartilhar com outros ou quem deve acessar suas conversas, fotografias e vídeos”.

O Messenger Kids foca no público de crianças e pré-adolescentes com menos de 13 anos, idade mínima recomendada para o uso do Facebook e suas ferramentas. Apesar dos controles de segurança e privacidade — os dados não são utilizados pela companhia para propósitos de publicidade —, o aplicativo incentiva as crianças a passarem mais tempo em smartphones e tablets, o que pode “afetar o desenvolvimento saudável das crianças”.

O documento lista uma série de estudos que relacionam o uso excessivo de dispositivos móveis e redes sociais por crianças e adolescentes com problemas no desenvolvimento.

“O uso de redes sociais por adolescentes está relacionado com taxas significativamente mais altas de depressão e adolescentes que passam uma hora por dia conversando em redes sociais relatam menor satisfação com praticamente todos os aspectos de suas vidas”, descrevem os especialistas. “Um estudo entre meninas com idades entre 10 e 12 anos revelou que quanto maior o uso de redes sociais, maior a probabilidade da idealização da magreza”.

O aplicativo Messenger Kids pode ser controlado pelos pais para uma navegação segura - AP

Em comunicado, o Facebook defende que o aplicativo “ajuda pais e filhos a conversarem de forma mais segura” e enfatiza que os pais estão “sempre no controle” das atividades das crianças. Segundo a companhia, o Messenger Kids foi desenvolvido com recomendações das ONGs National PTA e Blue Star Families, e respeita a legislação americana sobre a privacidade on-line de crianças.

David Almeida é como uma nuvem...

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.