Siga o Portal do Holanda

Ele a torturou até a morte

Padrasto que estuprava menina de 4 anos é condenado a 38 anos de prisão em Manaus

Publicado

em

Foto: Arquivo pessoal

Manaus/AM  - Kedson da Silva Coelho, foi condenado a 38 anos de prisão por estuprar, e torturar a enteada Letícia Ferreira Lobato de apenas 4 anos na casa da família no bairro Santa Etelvina, Zona Norte. O crime foi descoberto em 2016, quando a menina morreu em um pronto-socorro.

Na época, Kedson e a mãe da menina, Pâmela Borges Ferreira, que foi absolvida, levaram a criança passando mal até o SPA do Galileia. Lá a garota acabou vindo à óbito e a equipe suspeitou dos abusos devido a marcas no corpo dela e os médicos acionaram a polícia.

Em depoimento o casal contou que a menina havia escorregado e caído no banheiro dias antes, desde então só teria piorado, mas a investigação desvendou o contrário.

Segundo a polícia, Letícia morava com o pai, mas passava o fim de semana com a mãe. Nesse período, a mulher costumava deixar as filhas menores com Kedson e era nesse momento que ele cometia a violência. Letícia era violentada sexualmente e apanhava na frente de outra irmã.

O pai estranhava a filha sempre voltar com marcas, mas Pâmela sempre justificava que ela havia se machucado e com medo, a menina nunca contava o que tinha acontecido, mas reclamava das dores pelo corpo.

Na decisão do Tribunal de Justiça, Pâmela foi inocentada e Coelho vai cumprir 38 anos de prisão em regime fechado. Ele responde por crime de tortura, conjunção carnal e ato libidinoso com menor de 14 anos.

A ‘parada’ do vice-governador com o prefeito Arthur

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.