Siga o Portal do Holanda

Brasil

Suspeito de envolvimento no caso Marielle recebe atendimento por 'crise de ansiedade' em presídio

Publicado

em

Alexandre Motta de Souza, o homem que foi preso com 117 fuzis M16 em sua casa, precisou de atendimento neste sábado (16) por conta de uma crise de ansiedade, informou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

Segundo o G1 Rio de Janeiro, os fuzis que estavam na casa de Alexandre, no Méier, Zona Norte do Rio, eram de Ronnie Lessa - apontado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio como o homem que atirou contra a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes na noite do dia 14 de março de 2018.

Alexandre, Ronnie e Élcio Vieira de Queiroz - que, segundo a polícia, dirigia o carro de onde os tiros foram disparados - estão presos no Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio. Ronnie e Élcio também precisaram ser atendidos no presídio, mas, de acordo com a Seap, somente para ajuste de medicação para hipertensão.

Professores x Governo: Lições de como acabar com uma greve

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.