.
Siga o Portal do Holanda

Brasil

Com barreiras, São Sebastião registra morte por coronavírus em alto mar

Publicado

em

Universo paralelo. Esqueletos fardados saem do armário


Com bloqueios em seus acessos por terra e as praias fechadas por tapumes para barrar turistas devido ao novo coronavírus, a cidade de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, registrou nesta sexta-feira, 22, a morte de uma pessoa pela doença em alto mar. A vítima, um homem de 47 anos, estava em um barco de pesca com outros 23 pescadores e tripulantes, quando passou mal. A Marinha acionou o serviço municipal de emergência, mas o paciente morreu na madrugada de quarta-feira, 20. A causa da morte foi confirmada nesta sexta. Esse é o terceiro óbito pela doença na cidade, que tem 324 casos positivos.

De acordo com a prefeitura, o barco pesqueiro Águia Dourada IX, proveniente de Itajaí, litoral de Santa Catarina, estava a três horas da costa de São Sebastião, quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pela Marinha, às 23 horas de terça-feira, 19. Ao chegar para atendimento, os profissionais do Samu constataram que o tripulante tinha morrido e, como ele havia apresentado sintomas gripais, o caso foi tratado como suspeito da doença. "A equipe de saúde realizou todo procedimento recomendado para situações relacionadas à covid-19", disse a prefeitura.

Como os demais tripulantes não apresentavam quadro de síndrome gripal ou outros sintomas, após videoconferência com a Marinha, Vigilância Epidemiológica e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi decidido pelo retorno do barco e tripulação para a cidade catarinense. Conforme a prefeitura, o barco de pesca partiu na quinta-feira, 21, com monitoramento da Marinha durante o trajeto.

Na tarde desta sexta, o capitão da embarcação informou ao município paulista que havia chegado a Itajaí e a tripulação estava se apresentando à equipe da saúde local para exames e isolamento. Em São Sebastião, o óbito foi registrado como o primeiro importado - os dois anteriores foram de moradores locais. A cidade instalou bloqueios nos acessos desde a quarta-feira para coibir a entrada de turistas, devido ao feriadão na capital. O acesso de veranistas está proibido em todas a praias - algumas estão fechadas com cercas e tapumes.

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.