Siga o Portal do Holanda

David Almeida culpa amigos por contrato superfaturado

Publicado

em

David Almeida,  na sua nota, foi melhor que Pilatos:  lavou as mãos’ numa história que não tem Cristo, só bons trapaceiros.

Faltou muito pouco para o ex-governador interino, David Almeida, acordar com a Polícia batendo à sua porta, mas os alvos foram servidores indicados por ele para a Suhab durante seu curto mandato como governador interino. O MP batizou a operação de “Bilhete Premiado”. A ideia dos acusados era um prêmio de R$ 5 bilhões que seria generosamente compartilhado pela Ezo Solucoes Interativas e dirigentes da Superintendência de Habitação.

A ação desta terça-feira se limitou a apreender documentos relacionados aos crimes de tráfico de influencia, fraudes e dispensa de licitação. Mas David, por ser governador à época e ter sido consultado pelos gestores da Suhab sobre o  negócio com a Ezo, está no rol dos investigados.

Preocupado com a repercussão da operação comandada pelo Ministério Público, David se apressou em emitir nota jogando os podres pela aborda da canoa. A culpa, segundo a nota do ex-deputado, foi dos gestores, seus amigos, assessores, companheiros agora jogados na fogueira.

David diz na nota que a Suhab ( coronel Nilson Cardoso e  o advogado José Júlio César Corrêa.) tinha autonomia para fazer, em outras palavras, a trapaça, mas foi ele quem mais defendeu o ‘pecado’ do coronel e do advogado na tribuna da Assembleia Legislativa. Ou falta memória para lembrar isso ?

David na sua nota, foi melhor que Pilatos:  lavou as mãos’ numa história que não tem Cristo, só bons trapaceiros.

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.