Siga o Portal do Holanda

Esportes

Fluminense busca repetir vitória de 2018 na Arena Condá para encerrar má fase

Publicado

em

Além do jejum de três jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Fluminensecarrega para Chapecó um incômodo retrospecto contra a equipe da casa. Contra a Chapecoense, na partida desta quinta-feira, às 20h, pela nona rodada da competição, os cariocas tentarão, como fizeram em 2018, contrariar o histórico para sair de campo com a vitória.

Em dez encontros pelo Brasileirão desde 2014, o Fluminense superou os catarinenses apenas em duas oportunidades, tendo sido derrotado em outras seis ocasiões e empatado nas outras duas. Na última vez que se enfrentaram, porém, a equipe das Laranjeiras finalmente venceu na Arena Condá ao marcar 2 a 1 nos anfitriões, em setembro do ano passado.

A equipe de Fernando Diniz vem de uma sequência de resultados sem vitória, incluindo na Copa do Brasil - da qual foi eliminada diante do Cruzeiro nos pênaltis - e na Copa Sul-Americana. Desde a ótima exibição contra os colombianos do Atlético Nacional, quando golearam por 4 a 1, em 23 de maio, no Maracanã, os tricolores não sabem o que é vencer.

De lá para cá, já são cinco jogos de jejum, sendo três derrotas (Bahia e Athletico-PR pelo Brasileirão; e Atlético Nacional pelo jogo de volta da Sul-Americana) e dois empates (Flamengo, no Brasileirão, e Cruzeiro, Copa do Brasil).

"A gente sabe que precisa pontuar no Campeonato Brasileiro. Nas últimas partidas, fizemos bons jogos, mas não conseguimos o resultado. Estamos numa posição delicada, perto da zona (de degola), que não condiz com o futebol que a gente vem jogando e seria importante esses três pontos antes da parada para a Copa América, para dar mais tranquilidade" comentou Caio Henrique.

Mas a falta de sorte nas partidas não é a única adversidade a ser superada por Fernando Diniz. O técnico tem problemas no time, a começar pela ausência do atacante Luciano, que deve ser definitiva. O jogador de 26 anos tem propostas de outros clubes do Brasileirão e pediu para não ser relacionado para o compromisso desta quinta-feira. Em seu lugar, deve ser escalado do garoto Marcos Paulo, formado nas divisões de base.

Já o zagueiro Nino volta após cumprir suspensão no empate em 0 a 0 contra o Flamengo, enquanto Matheus Ferraz continua no departamento médico e dá lugar outra vez a Frazan. Na lateral direita, Igor Julião deve ser opção novamente para o lugar de Gilberto.

Encerrar seca de vitórias

A Chapecoense está com a corda no pescoço. Com quatro derrotas nos últimos cinco jogos, o time despencou no Campeonato Brasileiro e entrou na briga contra o rebaixamento, podendo passar toda a parada do torneio para a Copa América em situação desconfortável. 

A última vitória da Chapecoense foi em 26 de maio, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, por 2 a 1. De lá pra cá, as derrotas para Palmeiras, por 2 a 1 dentro de casa, e para o Goiás, por 3 a 1, no Serra Dourada. fez o clube estacionar nos sete pontos, entre as piores campanhas da competição.

O técnico Ney Franco apontou o pouco tempo de preparação para encarar o Fluminense, pois duelou com o Goiás na segunda-feira, como mais um desafio para a Chapecoense.

valorizou muito o trabalho de Fernando Diniz com o Fluminense, mas também ressaltou o tempo curto de trabalho: "É uma equipe que merece trabalho especial. Não vamos ter tempo, por causa do jogo de segunda", disse. "Muita coisa vai ser na conversa", acrescentou.

O treinador já sabe que não vai poder contar com o lateral Bruno Pacheco, que foi expulso contra o Goiás e está suspenso. Ney Franco adiantou que Ernandes deve ganhar a posição, mexendo um pouco no esquema tático. Além disso, Douglas pode retomar a sua condição de titular entre os zagueiros e mandar Rafael Pereira para o banco de reservas.

Susam paga R$ 10 milhões para Bringel recolher lixo hospitalar

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.