Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Susam apresenta ações de combate à Covid-19 no interior do Amazonas

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Vazamento seletivo da “Operação Sangria”


Manaus/AM - Após reforçar a estrutura dos municípios-polos regionais de saúde no interior para o enfrentamento ao novo coronavírus, o Governo do Amazonas vai melhorar a capacidade instalada de hospitais  nos subpolos. A ideia é reforçar com respiradores e insumos para garantir atendimento a pacientes mais graves da doença nessas unidades.

A estratégia foi apresentada pelo secretário executivo adjunto de Atenção Especializada ao Interior da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Cássio Espírito Santo, neste domingo (31), aos deputados da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Aleam). Entre os municípios classificados como subpolos estão Coari, Fonte Boa, Borba, Carauari, Guajará e Maués.

“O Ministério da Saúde (MS) vai enviar mais 300 cilindros de oxigênio para apoiar o Estado, além de 26 respiradores do Programa ‘Todos pela Saúde’ que nós vamos distribuir para os municípios-subpolos com maior demanda”, explicou o secretário,  durante a audiência, realizada no auditório da Susam.

Participaram da audiência, a deputada Mayara Pinheiro, presidente da Comissão de Saúde da Aleam; Joana D’Arc; líder do governo; Alessandra Campêlo; Dr. Gomes; Dermilson Chagas; Wilker Barreto; Roberto Cidade; e Carlinhos Bessa.

Aumento de UCI – Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o interior do Amazonas teve um aumento de 128,5% nos  leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI), subindo de 49 para 112, todos com respiradores.  O número de respiradores subiu de 65 para 167.

Para atender à demanda de remoções de pacientes graves de Covid-19, que precisam ser transferidos para Manaus por meio de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) aéreas, o serviço foi ampliado pelo Governo do Estado.

Segundo o secretário do Interior, também foi solicitado apoio do MS para as transferências por UTI aérea dos municípios de Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira. “Geralmente dois terços da fila de remoção aérea são exclusivamente desses municípios. Conversei com o general Pazuello (ministro interino de Saúde) e ele vai fazer um aporte de R$ 2,5 milhões para ampliarmos ainda mais a UTI Aérea”, disse Cássio Espírito Santo.

A secretária de Estado de Saúde, Simone Papaiz, afirmou que o Governo do Estado está analisando a possibilidade de montar um serviço de UTI aérea exclusivo para os indígenas. “Como temos uma ala indígena no Hospital de Combate à Covid na Nilton Lins, já estamos pensando num serviço de remoção também à parte”. Simone não pôde participar da audiência, pois tinha uma reunião no mesmo horário para tratar sobre a transição de gestão do Hospital Francisca Mendes, mas recebeu os deputados Francisco Gomes e Joana D’Arc no seu gabinete depois dos eventos.

Cassio Espírito Santo  também falou aos deputados sobre o processo de contratação em curso de profissionais médicos e enfermeiros com experiência em Terapia Intensiva para os polos de saúde – Manacapuru, Itacoatiara, Eirunepé, Parintins, Lábrea, Humaitá, Tefé, Tabatinga e Boca do Acre.

De acordo com a parlamentar, o sistema de saúde do Amazonas, após a pandemia, estará fortalecido. “Porque tudo o que está indo para os municípios, tudo o que está vindo para o Estado, toda essa ajuda está sendo extremamente importante para uma saúde que por muitos anos ficou abandonada, e hoje a gente sente os reflexos disso”, destacou Joana D’Arc.

O deputado Dr. Gomes salientou que as ações possibilitam o atendimento à população do interior de forma condizente com a demanda. “O Governo colocou todas as condições de saúde, juntamente com os prefeitos e MS, para que os nossos irmãos do interior possam receber um atendimento digno e de boa qualidade nesse momento de pandemia”, enfatizou.




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.