×
MENU

Inscrições para o Prêmio Educador Nota 10 vão até 31 de maio

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informa aos docentes da rede pública estadual que estão abertas, até o dia 31 de maio, as inscrições para o “Prêmio Educador Nota Dez”. De iniciativa nacional da Fundação Victor Civita o prêmio reconhece ações inovadoras e de impacto pedagógico e social, executadas por professores brasileiros que atuam na Educação Básica.

As inscrições poderão ser efetivadas, gratuitamente, pelos professores interessados, no site  educadornota10 

O Prêmio é aberto para a participação de professores, com mais de 18 anos, que atuam na Educação Infantil, no Ensino Fundamental (1º ao 9º ano), Ensino Médio (1ª a 3ª série) e também na Educação de Jovens e Adultos (EJA) e que desenvolvam atividades no magistério nos segmentos de: Alfabetização, Língua Portuguesa, Educação Física, História, Arte, Língua Estrangeira, Ciências, Matemática e Geografia.

Conforme regulamento, o Prêmio tem a finalidade de valorizar e divulgar experiências educativas de qualidade, planejadas e executadas por professores, diretores, coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais em escolas de ensino regular.

Premiações – Nesta edição, a iniciativa premiará nacionalmente dez professores, que receberão, cada um, vale-presente no valor de 15 mil reais. Também será premiado o “Educador do Ano”, com vale-presente suplementar de cinco mil reais. Também será concedido à escola onde seu projeto foi aplicado, igualmente, um vale-presente no valor de cinco mil reais.  Os 50 finalistas também serão premiados com assinatura anual, digital, das publicações Nova Escola e Gestão Escolar.

Em 2015, Amazonas foi destaque nacional – Na última edição do Prêmio Educador Nota Dez, o docente da rede pública do Amazonas, Valter Pereira de Menezes, esteve entre os dez professores finalistas e premiados.

Valter Pereira recebeu destaque nacional por desenvolver projetos diferenciados na comunidade ribeirinha de Santo Antônio do Tracajá, no município de Parintins (distante 269 quilômetros de Manaus). Em sua comunidade, um dos trabalhos desenvolvidos pelo docente é voltado para a solução do problema do uso de água, uma vez que o acesso à água potável e à rede de esgoto é limitado na comunidade.

Sobre o destaque nacional recebido por sua ação no magistério, professor Valter disse que é significante representar o Amazonas, em nome dos demais professores.  “É uma experiência gratificante por receber, como amazônida, o destaque nacional por um Prêmio tão conceituado e que contou com a participação de 3.600 inscrições. Nosso orgulho em representar o Estado é maior ainda por atuarmos em uma escola do campo, instalada em área ribeirinha”, ressaltou.