Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Amazonas sobe para 12º lugar em ranking do Ideb

Publicado

em

Impeachment e jogo de poder


Manaus/AM - Repetindo o excelente desempenho do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015, o Amazonas foi o estado que mais cresceu no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), saindo da 23ª posição em 2012 para 12º lugar em 2015.

No comparativo da média geral,  13 cresceram e 14 diminuíram suas pontuações. O Amazonas teve o maior crescimento, saindo de 371,3, em 2012, para 394,7, em 2015 – um crescimento de 23,3 na média geral.

O Amazonas também foi o Estado que mais cresceu na média geral e em Matemática, empatando no crescimento com Roraima, em Ciências. Roraima foi o Estado que mais cresceu em Leitura.

Enquanto em Matemática o desempenho dos estudantes brasileiros foi estatisticamente menor do que na edição de 2012, o Amazonas teve crescimento de 356 para 378, saindo da 25ª posição, em 2012, para o 10º lugar, em 2015.

Em Leitura, o Amazonas teve crescimento de 382 para 407, saindo da 22ª posição em 2012 para 11º lugar, em 2015. Já em Ciências, foco desta edição do Pisa, o Amazonas teve crescimento de 376 para 399, saindo da 23ª posição para o 11º lugar.

Apenas nove Estados brasileiros apresentaram crescimento no Pisa 2015 na média geral e nas três áreas avaliadas, em relação ao Pisa 2012, que foram Amazonas, Acre, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraná e Roraima.

No Amazonas, participaram 816 estudantes de 25 escolas no Pisa 2015. No Brasil, foram selecionados estudantes das 27 Unidades da Federação. Participaram 23.141 alunos de 841 escolas, que pela primeira vez fizeram uma aplicação totalmente computadorizada.

Cenário brasileiro

Mais da metade dos estudantes brasileiros na faixa dos 15 anos está abaixo do nível básico de aprendizado em leitura, matemática e ciências. Análises e reflexões sobre o desempenho desses estudantes no Pisa foram apresentados na manhã desta terça-feira (6), no seminário Pisa 2015, no Inep, em Brasília. 

De acordo com os dados apresentados, sete em cada dez alunos na faixa dos 15 anos está abaixo do nível 2 de proficiência em matemática, considerado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) o nível básico de aprendizagem e participação plena na vida social, econômica e cívica das sociedades modernas em um mundo globalizado.

 



Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.