Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Defesa Civil decreta estado de alerta na região do Alto Solimões

Publicado

em

Foto: Reprodução Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Defesa Civil do Amazonas, por meio do Centro de Monitoramento e Alerta do órgão (CEMOA), emitiu nesta terça-feira, 14, um informativo hidrometeorológico que coloca a região do Alto Solimões em “Situação de Atenção”. O procedimento padrão informa as prefeituras o cenário atual das cidades e cobra medidas preventivas para o enfrentamento de uma enchente de proporções significativas.

A “Situação de Atenção” é o primeiro estágio de um desastre, que pode evoluir para um Alerta e posteriormente para uma Situação de Emergência, e foi emitido para os municípios de Tabatinga, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Iça, Tonantins e Atalaia do Norte.

De acordo com o CEMOA, baseado em dados fornecidos pelo Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM), a região do Alto Solimões é afetada pelas de chuvas das cabeceiras do rio Amazonas, que causam elevação gradual do rio Solimões. As previsões meteorológicas indicam ainda o aumento das precipitações naquela área. A região também recebe a influência de países vizinhos como Bolívia, Equador e Peru, que devem receber grande volume de chuvas nas próximas semanas.

No ciclo natural da enchente, o pico máximo da região do Alto Solimões ocorre em maio. Hoje, em Tabatinga, o nível do rio chegou a 11,65m, faltando 2,17m para atingir o nível máximo, que é de 13,82, registrado em 28 de maio de 1999.

As cidades de Juruá, Carauari, Itamarati, Eirunepé e Envira permanecem em Situação de Alerta, com possibilidade de evolução para Situação de Emergência.

 

Saiba por que você deve ser contra a prisão em segunda instância

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.