Siga o Portal do Holanda

Enquanto estava desaparecido

Mãe que matou Rafael Winques deu entrevista simulando apelo para que ele voltasse pra casa

Publicado

em

Foto: Redes Sociais Foto: Redes Sociais
Foto: Redes Sociais

OPERAÇÃO SANGRIA:: Onde a PGR exagera e a justiça falha


O caso de Alexandra Dougokenski, que matou o filho Rafael Winques, 11, chocou o país e mais ainda moradores da cidade de Planalto. Isso porque enquanto fingia que o filho estava apenas desaparecido, a mulher teria mobilizado os vizinhos nas buscas e até concedeu entrevista para uma emissora de TV local, pedindo para ter o filho de volta.

Até então, Alexandra sustentava a versão de que Rafael havia desaparecido de casa:

“Tudo que a família quer é noticias do Rafael. É o Rafael em casa de novo. Porque tá todo mundo desesperado”, apelou.

Mas para a polícia, o comportamento dela chamou a atenção, já que ela além de não chorar, Alexandra demonstrava muito autocontrole diante da situação.

Depois de 10 dias de buscas, e de muitos depoimento controversos, Alexandra confessou a morte, mas disse que nunca teve a intenção de matar a criança. Ela alega que o garoto recebeu o medicamento para ficar mais calmo, porém, passou mal e acabou morrendo.

O caso segue em investigação, mas um laudo recente apontou marcas de esganadura no corpo de Rafael. Caso isso fique comprovado, a situação da acusada deve ficar bem complicada.

Além disso, a polícia também desconfia da participação de outra pessoa no crime e deve ouvir nos próximos dias o irmão de Rafael que estava na casa no dia da morte e pode ter informações importantes sobre o caso.




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.