Siga o Portal do Holanda

Agenda Cultural

Biblioteca pública recebe curso de tecnologia assistiva do ministério da cultura

Publicado

em


O Ministério da Cultura realiza nesta terça-feira (16) e quarta-feira (17) a oficina “Treinamento sobre Equipamentos de Tecnologia Assistiva (TA)”, com carga horária total de 16 horas, para funcionário da Biblioteca Pública do Amazonas. Trata-se da terceira e última etapa de formação das equipes das dez Bibliotecas Públicas Estaduais contempladas em chamada pública do Ministério da Cultura, dentro do projeto “Acessibilidade em Bibliotecas Pública”, executado pela organização não-governamental Mais Diferença.

A Biblioteca Pública do Amazonas foi selecionada pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), via edital nacional do Ministério da Cultura, para ser beneficiada entre as dez do Brasil a receber uma série de ações, cujo objetivo é de promover acessibilidade para pessoas com deficiência. Um dos méritos reconhecidos na seleção é o total compromisso do Governo do Estado na condução da política de inclusão no Amazonas.

Ao todo, 20 funcionários da Biblioteca Pública do Amazonas serão capacitados com o treinamento em Tecnologia Assistiva, durante esta semana. No ano de 2015, foram realizados diversos treinamentos na área de inclusão social para funcionários dos demais espaços da Secretaria de Estado de Cultura, como os cursos “Libras – Básico e Instrumental”, “Princípios de Políticas Públicas e Programas de Livro e Leitura Acessíveis e Inclusivas” e de “Políticas Públicas de Livro e Leitura para Todos: Gestão, Implementação e Boas Práticas”, além das oficinas “Estratégias para o desenvolvimento de recursos acessíveis e inclusivos para atendimento ao público com diferentes tipos de deficiência”, “Cinema com recursos de acessibilidade” e “Mediação de leitura em contextos inclusivos”.

Esta formação, será ministrada pelo consultor em Tecnologia Assistiva, Pedro Berti, de São Paulo e visa a capacitação dos colaboradores da Biblioteca Pública do Amazonas, bem como de seus respectivos sistemas estaduais, para o uso dos equipamentos de TA em seu cotidiano, sobretudo para acessibilidade no livro e na leitura. A oficina está vinculada à meta “Acesso à Tecnologia Assistiva”.

Devido ao treinamento, a Biblioteca Pública do Amazonas estará fechada nos dois dias de capacitação.

Processo de seleção

A organização do projeto é da “Mais Diferenças”, organização não-governamental responsável por sua execução e tem como objetivo construir e disseminar conteúdos, referenciais, estratégias e instrumentos por toda a rede de bibliotecas públicas, indo, portanto, além do escopo das selecionadas. Visa também estimular a articulação e a troca de conhecimento e experiências entre bibliotecas no país, além de atuar de forma transversal no estímulo aos programas, políticas e projetos de ampliação da leitura e valorização do livro no Brasil de forma acessível e inclusiva.

No processo de seleção, realizado nos meses de julho e agosto de 2014, o SNBP e a Mais Diferenças realizaram uma série de visitas para traçar um diagnóstico da acessibilidade nas bibliotecas. Foram realizadas dezenas de reuniões de trabalho com representantes das bibliotecas, dos sistemas estaduais e autoridades dos governos locais. Houve, ainda, a aplicação de questionários, levantamento de dados de acessibilidade, registros fotográficos, entrevistas, grupos focais, entre outras ações. O levantamento dos dados relativos a esta etapa encerrou-se em agosto de 2015.

O orçamento previsto para o Projeto de Acessibilidade em Bibliotecas Públicas é de R$ 2,7 milhões na qualificação profissional, melhorias no acervo e novas tecnologias assistivas nas bibliotecas públicas selecionadas do País, visando socializar os conhecimentos produzidos em reuniões e debates e torná-las referência nacional em inclusão. Além da Biblioteca Pública do Amazonas, foram selecionadas também: Biblioteca Pública Estadual Luis de Bessa (MG); Biblioteca Pública Estadual Levy Cúrcio da Rocha (ES); Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaias Paim (MS); Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça (MT); Biblioteca Pública Municipal Professor Barreiros Filho (SC); Biblioteca Pública do Estado do Paraná (PR); Biblioteca Pública Estadual do Acre (AC); Biblioteca Pública Benedito Leite (MA); Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BA).

No final do projeto, será elaborado um relatório com sugestões de diretrizes nacionais para a área da acessibilidade e inclusão. Com isso, todas as bibliotecas do Brasil poderão ter acesso aos conteúdos, informações, instrumentos e metodologias desenvolvidos ao longo do projeto.













 

O mau uso da liberdade

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.