Siga o Portal do Holanda

Sexo oral aumenta riscos

Lesão na boca pode ser sinal de câncer bucal

Publicado

em

Ferida na boca por mais de duas semanas, lesões que somem e voltam a aparecer e manchas brancas podem ser sinais de uma doença negligenciada e mortal pela falta de cuidado: o câncer bucal. São quase 15,5mil casos por ano no Brasil, um terço deles resultante em morte, segundo a Associação Brasileira de Cirurgiões Dentistas (ABCD).

A boa notícia é que, caso seja identificado precocemente, há 80% de chances de cura. O problema é que os pacientes não buscam um consultório odontológico e clínico para se prevenir.

Atenção

A doença vem crescendo entre as pessoas que possuem menos de 40 anos. Por isso a preocupação de especialistas. Mas é acima dessa idade que ela ainda é mais comum. Fatores de risco como fumo, bebida alcóolica regularmente, HPV e a radiação solar acabam aumentando a incidência.

Entre os jovens é preciso destacar que a incidência tem relação com proteção. O sexo oral sem o uso de preservativo é um dos condicionantes ao aumento que vem acontecendo entre esse público. Afinal, toda a área genital é comprometida quando se tem HPV.

Sinais

Além das lesões, os pacientes devem observar manchas (placas) avermelhadas ou esbranquiçadas na língua, gengiva ou céu da boca. Um dentista pode identificar a doença através de exame completo na boca. Manter consultas regulares pode ajudar nesse problema.

Geralmente o tratamento inclui cirurgia e radioterapia, sendo que podem ser combinadas ou isoladas, dependendo do caso. Nas lesões iniciais, as duas técnicas são eficientes, mas tudo dependerá do local do tumor e das alterações que ele já causou no organismo.

Gente armada causa pânico em boate de Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.